A Profissão

Como ser um Museólogo?

O exercício da profissão de museólogo somente é permitido ao profissional registrado em Conselho Regional de Museologia.

O estágio só é permitido ao estudante de Museologia também inscrito em conselho de classe.

De acordo com a LEI Nº 7.287 (1984), que dispõe sobre a regulamentação da profissão, o desempenho das atividades de museólogo, em qualquer modalidade, é privativo de quem seja:

  • Diplomados em Bacharelado ou Licenciatura Plena em Museologia, por cursos ou escolas reconhecidas pelo Ministério da Educação e Cultura; 
  • Diplomados em Mestrado e Doutorado em Museologia, por cursos ou escolas devidamente reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura; 
  • Diplomados em Museologia por escolas estrangeiras reconhecidas pelas leis do país de origem, cujos títulos tenham sido revalidados no Brasil, na forma da legislação; 
  • Diplomados em outros cursos de nível superior que, na data da referida Lei, contassem com pelo menos 5 (cinco) anos de exercício de atividades técnicas de Museologia, devidamente comprovados (a comprovação precisava ter sido feita no prazo de três anos, a contar da vigência desta Lei, perante os Conselhos Regionais de Museologia). 

Observação: Quem concluiu curso de graduação ou pós-graduação no exterior precisa revalidar o seu diploma junto a uma instituição de Ensino Superior pública brasileira, que ofereça o mesmo curso em mesmo nível (conforme determina o Ministério da Educação – MEC), antes de requerer o registro no COREM.

Quais as atribuições do museólogo?

Também de acordo com a LEI 7.287, as atribuições da profissão de museólogo são:

  1. Ensinar a matéria Museologia, nos seus diversos conteúdos, em todos os graus e níveis, obedecidas a, prescrições legais; 
  2. Planejar, organizar, administrar, dirigir e supervisionar os museus, as exposições de caráter educativo e cuIturaI, os serviços educativos e atividades cuIturais dos Museus e de instituições afins; 
  3. Executar todas as atividades concernentes ao funcionamento dos museus; 
  4. Solicitar o tombamento de bens culturais e o seu registro em instrumento, específico; 
  5. Coletar, conservar, preservar e divulgar o acervo museológico; 
  6. Planejar e executar serviços de identificação, classificação e cadastramento de bens culturais; 
  7. Promover estudos e pesquisas sobre acervos museológicos; 
  8. Definir o espaço museológico adequado à apresentação e guarda das coleções; 
  9. Informar os órgãos competentes sobre o deslocamento irregular de bens culturais, dentro do País ou para o exterior; 
  10. Dirigir, chefiar e administrar os setores técnicos de museologia nas instituições governamentais da administração direta e indireta, bem como em órgãos particulares de idêntica finalidade; 
  11. Prestar serviços de consultoria e assessoria na área de museologia; 
  12. Realizar perícias destinadas a apurar o valor histórico, artístico ou científico de bens museológicos, bem como sua autenticidade; 
  13. Orientar, supervisionar e executar programas de treinamento, aperfeiçoamento e especialização de pessoa das áreas de Museologia e Museografia, como atividades de extensão; 
  14. Orientar a realização de seminários, colóquios, concursos, exposições de âmbito nacional ou internacional, e de outras atividades de caráter museológico, bem como nelas fazer-se representar.

Saiba mais:
Clique aqui para saber mais sobre o que é um museólogo e como atua este profissional.
Clique aqui para conhecer os cursos de Museologia no Brasil.

Anúncios